Roteiro Viena

Viena é tão linda e romântica que realmente parece que você está em uma Ópera. Mas antes de começar qualquer roteiro de Viena você precisa saber quem é a Imperatriz Sissi. Você vai se deparar com ela em vários momentos, tanto nos museus e palácios quanto nas compras de souvenir. Assista os filmes dela ou leia o resuminho que fiz abaixo:

A Sissi tem uma história digna de novela mesmo. Quando tinha 15 anos foi com a mãe e a irmã mais velha conhecer o pretendente da irmã, mas acabou se apaixonando por ele a primeira vista e casando aos 17 anos com nada mais, nada menos, que o Imperador da Áustria e seu primo, Francisco José, de 24 anos.

Só que a paixão não deu tão certo assim. Ela teve um casamento infeliz e sofria depressão por isso, se dava mal com a sogra e a rígida corte austríaca não gostava da sua informalidade. Ela teve quatro filhos, mas foi proibida de ter qualquer influência sob os mais velhos que eram criados pela sogra.

Dessa forma ela começou a viajar bastante e ser reconhecida pelo seu bom gosto para moda, dieta e exercícios físicos. Com o Império Austro-Húngaro, ela se tornou Rainha da Hungria e se identificou mais com o país (já que não se adaptava a corte austríaca).

Ela se mudou pra um castelo na Hungria e teve sua terceira filha que foi criada na Corte Húngara. Até a morte de Sissi foi novelesca, ela morreu assassinada em Genebra por um anarquista italiano que queria matar qualquer personalidade que estivesse na cidade. Os filmes são mais romanceados, mas nos faz viajar em um conto de fadas. (Conhecer melhor a Sissi vai ser bom também para o seu passeio na Hungria porque lá tem muitas homenagens a sua rainha).

Agora que você já sabe o básico sobre a Sissi, vamos voltar ao roteiro de Viena. (Aliás, não sei se sou só eu, mas Viena me lembrou muito Paris, só que menor).

Cheguei a Viena de shuttle vindo de Cesky Krumlov e me hospedei no Dan In’n Out como você lê neste post aqui. O hotel é pequeno, mas adorei, super limpinho e bem localizado. Pesquisei muito hospedagem em Viena porque é bem cara. Os mais baratos eram distantes e eu queria ficar mais no centro, já que fiquei apenas duas noites (sugiro ficar mais uma noite). Essa hotel foi perfeito, ele fica bem perto da Catedral, tem metrô perto, então o acesso aos pontos turísticos foi bem fácil.

Dan In'n Out
Dan In’n Out
Catedral Catedral de São Estêvão - Stephansdom
Catedral Catedral de São Estêvão – Stephansdom

No primeiro dia sugiro passear pelo centro. Comece pela Catedral Catedral de São Estêvão – Stephansdom (pegue o metrô até Stephenplatz). Depois você pode visitar a Casa de Mozart que também fica bem pertinho na Domgasse 5. Ali perto também tem o Stadtpark, o parque da cidade, que fica a uns 15 minutos de caminhada (tem uma estação de metrô de mesmo nome).

Essa região é onde ficam as lojas como Zara, Forever 21, H&M e também tem a Confeitaria Demel, famosa na cidade. Os doces são maravilhosos (tanto pra olhar quanto pra comer). Perto também tem o Kleines Café (Franziskanerpl. 3) que aparece no filme Antes do Amanhecer.

Saindo da Catedral, seguindo pela Graben (rua onde ficam várias lojas como H&M, Zara, Forever 21), você chega a rua Kohlmarkt que tem a confeitaria Demel – tradicional na cidade e cheia de doces maravilhosos tanto para comer quanto para olhar. Seguindo você chega no Museumsquartier que é onde ficam os museus da cidade.

Graben
Graben

Lá você verá o museu Maria-Theresien Platz o palácio de Hofsburg, residência de inverno da Dinastia Habsburg, a Biblioteca Nacional e o Museu da Sissi (aí você vai ficar sabendo TUDO sobre a Sissi e comprar lembrancinhas pra mães e tias que são apaixonadas por ela).

A Maria-Theresien Platz é ladeada por dois grandes prédios iguais: o Museu de História Natural (Naturhistorisches Museum) e o Museu de História da Arte (Kunsthistorisches Museum).

Nessa região ainda tem o  Leopold Museum e o Parlamento Austríaco (que tem visita guiada) e a prefeitura (Rathaus). O jardim em frente a prefeitura costuma ter eventos. Quando fui (era agosto) estava acontecendo um festival de cinema ao ar livre e uma feira gastronômica (tipo essas festivais de food truck). O evento era muito legal.

Parlamento
Parlamento

São tantos museus que você pode dividir por dias ou selecionar alguns para visitar. Como fiquei pouco tempo fui só no museu da Sissi.

Por todo esse percurso você encontrará muitas pessoas vestidas com roupas de época te oferecendo ingressos para a Ópera. Eu fiquei com medo de comprar e fui até a bilheteria do Staatsoper que é o Teatro da Ópera. Mesmo que você não goste de ópera, acho que vale a pena ir. Esses shows diários são feitos para turista mesmo, com os artistas vestidos a caráter e eles cantam aquelas operas mais conhecidas que todo mundo conhece. Não precisa se preocupar com a roupa, como é todo mundo turista, eles vão com as roupas que passaram o dia todo na rua mesmo.

Ópera no Staatsoper
Ópera no Staatsoper
Ópera no Staatsoper
Ópera no Staatsoper

O segundo dia seria dedicado aos palácios. O Schönbrunn era residência de verão da Sissi (olha ela mais uma vez). O jardim é impressionante, tem ainda um labirinto e um zoológico.  Para chegar pegue o metrô linha U4 (verde) na direção Hütteldorf e desça na estação Schönbrunn. Lá é só seguir as placas.

Schönbrunn
Schönbrunn
Schönbrunn
Schönbrunn
Schönbrunn
Schönbrunn

Depois vá ao Belvedere, residência de verão do príncipe Eugene de Savoy. Ele é mais perto do centro, pegue o metrô 1 (linha vermelha) e desça na estação Südtiroler Platz.  Ele é menor, mas é bem bonito também.

Outra atração em Viena é roda gigante mais antiga do mundo, a  Riesenrad, construída em 1897. Ela fica na Riesenradplatz 1, perto do planetário e do museu de cera Madame Tussauds. Para chegar à estação mais perto é a Praterstern que, aliás, tem um parque com mesmo nome lindo para fazer piquenique.

Viena é uma cidade que se come bem. Todos os lugares que fui a comida era muito boa. Veja abaixo algumas dicas gastronômicas:

Schnitzel  –  é uma comida típica que adorei, é um filé de carne de porco à milanesa

Apfelstrudel- massa fininha e recheio que mistura maçã, canela, nozes, uvas passas e outras delícias, também pode ser servido com uma porção pequena de chantilly.

Trzesniewski – (Dorotheergasse, 1) são famosos pelas pães com cobertura por cima.

Nas ruas tem várias barraquinhas que vendem pão com linguiça recheada com queijo. Uma delícia.

Mas dicas, siga me no instagram @reviajando

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Roteiro Viena

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s